quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Brinquedo – Gerador Eólico

Brinquedo – Gerador Eólico


Pensando na sustentabilidade, na energia renovável e até mesmo uma forma lúdica e explicativa para apresentar uma nova matéria em sala de aula, um brinquedo interessante chamou minha atenção esta semana, foi o Gerador Eólico da marca Windmill Generator 4m, com o prêmio Brasil de excelência em brinquedo em 2010, ele mede 13 cm, dispensa pilhas e acende um LED ao receber a energia do vento.
Há no mercado, outros geradores eólicos de brinquedos com marcas diversificadas.

Apresentar aos pequenos uma fonte de energia alternativa de maneira atrativa, lúdica e interessante é acrescentar riqueza no conteúdo, atraindo a atenção do pequeno de maneira leve e bem esclarecedora. Falar de energia eólica é apresentar novas fontes de obter energia elétrica através dos ventos, seja através de moinhos ou aerogeradores.

O brinquedo acima citado, contém : 1 rotor, 1 encaixe frontal com engrenagens e eixo do rotor instalado, 1 encaixe traseiro, 2 metades de tampa com rosca, 1 motor elétrico de brinquedo (gerador), 1 capa para o motor, 8 parafusos pequenos, 1 LED com fios e instruções detalhadas que incluem como funciona e curiosidades. 

  Windmill Generator 4m

Onde encontrar ?

O brinquedo pode ser  encontrado em alguns sites de lojas específicas em robótica e até mesmo em lojas de brinquedos educativos.
O preço varia de loja pra loja virtual, a partir de R$ 100,00 encontra-se o gerador na internet.
Um brinquedo voltado para crianças a partir de 8 anos, interessadas em ciências.

Vamos ver seu funcionamento, através do vídeo ilustrativo.



Por: Hosana Leonor
Fonte de pesquisa: http://www.wskits.com.br/brinquedo-pedagogico/4m-brinquedo-sustentavel





quarta-feira, 15 de novembro de 2017

10 filmes infantis que falam sobre características afro

10 filmes infantis que falam sobre características afro



Apresentar as diferenças infantis as nossas crianças é papel dos pais, professores e sociedade. Vivemos em uma sociedade diversificada com cores distintas a qual devemos respeitar e admirar.
No próximo dia 20 de novembro, será celebrada a Consciência Negra e abaixo selecionei uma lista de desenhos infantis para serem trabalhados em sala de aula e até mesmo no lar, apresentando a igualdade entre as crianças e as suas características pessoais. São historietas contadas em poucos minutos, mas que com certeza prenderá a atenção do pequenino e apresentará um novo olhar infantil.

Separa a pipoca e boa diversão!




Por: Hosana Leonor


 

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Quando o layout da loja diz muito

Quando o layout da loja diz muito

Entrar em uma loja infantil sem foco no que ela vai vender, não dá!
Tem loja que vende de tudo um pouco, mas a sua organização não é a mais perfeita. Espaço pequeno, muito material, produtos misturados e vendedores estressados,   acomete alguns estabelecimentos.


Algumas lojas dispõe de displays e gôndolas em seu local, mas o acesso muitas vezes é penoso. Lojas com espaço pequeno, precisa destacar o que ela quer oferecer ao seu cliente. O que ela quer que seu cliente olhe, escolha e leve!



Este layout da loja, pode muitas vezes ser atrativo com pequenos detalhes. Organizar os produtos de um lado ou de outro. Pode ser por cores, gênero e tamanho. Ofertar um espaço para o cliente mirim circular pela loja observando o local junto ao responsável é interessante.

A iluminação também tem que está de acordo com o local. Pode-se destacar uma iluminação para um espaço espacial  da loja, ou para uma “ilha” chamando a atenção do consumidor para aquele ponto, caso tenha.

Organização é um dos fatores de sucesso em um estabelecimento comercial infantil. Deixar a mão o que seu cliente procura é um passo decisório sobre a compra.

Para exposição de roupas, coloque apenas o mínimo no cabide, destaque os tamanhos e cores que a loja tem e caso o cliente queira o modelo ali exposto, solicite ao estoque.


Muitos atrativos, deixa o cliente confuso e cansado.
Algumas mudanças ás vezes são necessárias para o sucesso da loja.

Pense nisso e boas vendas.

Por: Hosana Leonor