quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

#SomosTodosResponsáveis - Maggi Krause

Orientar os pequenos quanto a Publicidade Infantil, é dever de todos!!


Achei bem interessante, inteligente e ponderada a orientação desta jornalista, quanto a Publicidade Infantil.
(Hosana Leonor)

Mais do que desenvolver o senso crítico das crianças com a publicidade, a jornalista Maggi Krause, diretora de redação da revista Nova Escola, Grupo Abril, diz que é preciso orientar os filhos para ter uma postura crítica. Segundo ela, isso pode ser feito com o boicote a um produto que foi mal anunciado, com propaganda abusiva ou enganosa. A jornalista diz que na França essa prática de boicotear produtos é muito comum, mas no Brasil ela diz que há uma memória curta e logo as famílias acabam voltado a comprar. Maggi Krause diz ainda que não basta deixar de adquirir o produto, é preciso justificar para a criança essa postura. Ela afirma que tem de dizer que não vai comprar um produto porque a publicidade dele não foi boa. Os educadores também podem usar exemplos de publicidade com boas e más práticas para mostrar aos alunos que eles podem ter uma postura crítica diante da mídia.
Fonte: http://www.somostodosresponsaveis.com.br/jornalista-defende-boicote-para-estimular-postura-critica-diante-da-publicidade-infantil/

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Onde está a essência infantil?

Onde está a essência infantil?


Durante uma pesquisa feita por mim, apenas uma canal de tv aberta foi citada passando desenho. Pasmem, apenas uma! Eu sei que temos além de uma canal voltada para o público infantil nas manhãs televisa, canais estas sendo: Canal Futura, SBT e TV BRASIL. Mas cadê o conhecimento da população geral? Porque isso não é abertamente publicado? Porque não vejo essas canais expondo seu conteúdo lúdico em um outdoor informando aos pais, ou estampada no jornal? Desta pesquisa, a maioria falou que o canal citado é o que provavelmente pega em seu local onde reside. Pois é, então ligamos a  tv e não vemos mais desenhos ilustrando as manhãs em algumas canais  a qual falam que a antena é boa.

 Visitando a banca de jornal, percebi  que os jornais e revistas de temas: político, sobre Ciência, fofoca, e outras mais  tomavam o lugar de revistas infantis ( aquela de colorir) e Gibis.
Por onde anda Daniel Azulay e Cia? Ele tinha um excelente programa !
Daniel Azulay
Precisamos de programas lúdicos com poucas horas passando entretenimento, conhecimento, de forma que agrade toda a família! Não estou levantando a bandeira para que este pequenino fique horas diante da tv, NÃO! Apenas seria alguns momento de distração.

E o que dizer das nossas rádios? Não, não temos UMA estação de rádio voltada para o público infantil, um programa infantil pra se ouvir no espaço de uma estação de rádio. 
                                                  Porquê?! 
Preferimos que os pequeninos escutem músicas de conteúdo adulto, ao invés de apresentarmos músicas infantis com qualidade? Temos artistas infantis brilhantes espalhados por aí, mas porque poucos pais e educadores conhecem? Porquê não tocam nas rádios populares?
Falta a Publicidade Infantil, falta o Marketing Infantil.
Qual a essência infantil que temos hoje?

O que está acontecendo com essa geração, que está crescendo sem uma referência infantil? Apenas uma novela está sendo atualmente passada para estes mirins. Teriam os pais medo do comércio que ficaria mais acirrado? Ok. Mas então deixaremos as crianças assim, crescendo sem uma música para a idade dela, um desenho, novela, gibi que toque seu coração e faça  ela relembrar um bom passado quando estiver adulta? 
Crianças lendo jornal
Não estou aqui, pensando no consumo que estes projetos terão futuramente, pois como tudo que fica em evidência é fato ser comercializado,  mas sim na referência infantil. Se prestarmos bem atenção nossas crianças estão cada vez mais adultas e isso, não é culpa da Publicidade Infantil, é culpa de sua ausência em determinados setores pueril.

Por: Hosana Leonor