quarta-feira, 1 de julho de 2015

Lidere sua equipe de vendas infantil e tenha sucesso

Lidere sua equipe de vendas infantil e tenha sucesso



Trabalhar com um grupo de pessoas não é nada fácil. Cada um tem uma opinião, um jeito, uma forma de pensar e agir. Fazer sua equipe ser homogênea  e aceitar algumas normas da empresa muitas vezes é um problema doloroso, ainda mais se tratando de um universo delicado e colorido que é o setor infantil.

 Primeiramente ao contratar um funcionário, perguntar se ele gosta de crianças, pois lidará com ela o tempo todo. Atenderá seus anseios e  simpatia é fundamental.



Pra trabalhar com os pequenos tem que ser divertido e simpático.
Se a loja tiver uma atividade semanal, colocar aquele funcionário que se destaca melhor para animar a programação.

  • Reuniões constantes mensais ou quinzenais pra tirar dúvidas da equipe, organizar estoque, criar um laço entre as pessoas é importante. Faça seu funcionário sentir-se valorizado no ambiente de trabalho, não deixe que a fofoca tome conta do ambiente.


  • Evitar chamar atenção de algum funcionário na hora de um atendimento. Isso é péssimo pra imagem da empresa, ainda mais um local onde crianças visitam, brincam, querem estar aconchegadas no local pra escolher com calma o produto que irão levar junto aos pais.


  • Não “empurrar” um produto a qual a criança ou pai NÃO PEDIU, NÃO DESEJA. Treinar a equipe para que fique atenta a algum acidente na loja, caso aconteça. Evitar o chão molhado, brinquedo espalhado no chão e etc, algo que represente perigo para o mirim.


  • Controlar o volume da música no interior da loja também é importante.

São dicas simples, mas que somente você gerente ou empresário pode avaliar o andamento da sua loja.

Lidar com crianças também é aprender!


Por: Hosana Leonor

quarta-feira, 24 de junho de 2015

A ausência de programas infantis na tv aberta

A ausência de programas infantis na tv brasileira



“Que alguns programas infantis já não fazem mais parte da programação da tv aberta isso todo mundo já sabe, apenas 3 canais ainda investe neste lado lúdico, são eles : o SBT que ainda mantém o BOM DIA E CIA no ar, com 2 apresentadores mirins , a TV BRASIL, que investe em desenhos e alguns programas, e a canal FUTURA onde tem bons programas educativos e também alguns desenhos. Se observarmos na maioria destes, não tem apresentadores, como na década de 70, 80 e 90. Na minha opinião, é uma pena não termos mais um bom programa infantil oferecendo todas essas opções de entretenimento nas manhãs e tardes nas canais abertas para os miúdos, tendo em vista que a galerinha tenha migrado para os canais fechados e também a falta de interesse de alguns patrocinadores para com estes programas. LEMBRANDO QUE NEM TODAS AS CRIANÇAS DO BRASIL tem acesso a estes canais fechados. Programas educativos, com apresentadores simpáticos, atividades lúdicas, com jogos interessantes, produção de qualidade e desenhos atrativos, seriam boa uma forma talvez, de cativar novamente esses mirins. As crianças de hoje, não são como as dos anos 80 e 90, sim elas mudaram, e o mundo infantil tem que acompanhar essa mudança. Resgatar um personagem esquecido, trabalhar com a criatividade dos pequenos, apresentar soluções para determinados problemas, são alguns pontos que poderiam ser mostrados neste novo universo. Temos ótimos e excelentes profissionais infantis conhecidos ou não, espalhados por aí...”
Por: Hosana Leonor ( Facebook 06.06.2015)

Folha de São Paulo 22.06.2015
As manhãs dedicadas a programas para criança estão em extinção. Isso na TV aberta. Enquanto o número de atrações infantis caiu nos últimos anos em canais como Record, Band e Globo, serviços de vídeo sob demanda pela internet aumentam o investimento nesse público.
Segundo dados deste mês da Netflix, metade de seus 62 milhões de assinantes pelo mundo assiste a programas infantis semanalmente. Não são revelados dados de audiência específicos do Brasil.
O serviço on-line tem 23 produções infantis próprias pelo mundo. De acordo com a Netflix, para assistir a todo esse conteúdo, uma criança gastaria o tempo de 75 viagens de ida e volta até a Lua.
Na televisão aberta, entretanto, a situação é outra. Levantamento realizado pela Folha com análise da programação de Globo, SBT, Band, Record, Cultura e RedeTV! mostra que desde o início dos anos 2000 decresceu bastante o número de horas dedicadas a atrações infantis nos canais abertos da TV.
Em 2000, por exemplo, a Globo reservava diariamente três horas no período da manhã para programas como “Angel Mix” e “Xuxa Park”.
Cinco anos depois, reduziu para cerca de duas horas diárias. Em 2012, com a estreia do “Encontro com Fátima Bernardes”, os infantis perderam o espaço diário na grade. Hoje, são cerca de três horas por semana, exibidas somente aos sábados.
Isso se repete em outros canais. A Record, que dedicava 20 horas semanais às crianças em 2000, hoje exibe seis horas, distribuídas entre sábado e domingo.
Já a RedeTV!, que em 2010 apresentava três horas diárias do “TV Kids”, hoje não tem atração alguma.


Editora Arte
Na contramão, estão SBT e Cultura, que mantêm o investimento em programas para crianças. A Cultura chegou a aumentar nesses 15 anos e hoje exibe, de segunda a sexta, 12 horas. Aos sábados, são 11 horas e aos domingos, mais três.
Já o SBT, que exibia mais de 70 horas semanais em 2000, reduziu bastante a programação. Mesmo assim, tem cerca de 40 horas por semana dedicadas a crianças, misturando desenhos estrangeiros a produções nacionais, como “Chiquititas”.
Os resultados de audiência, afirma Silvia Abravanel, diretora do núcleo infantil do canal, são satisfatórios. Ela destaca o desempenho do “Bom Dia & Cia”, que neste mês alcançou média de 5,5 pontos, ante oito da Globo.
“É seguro afirmar que nos próximos anos o SBT continuará investindo nas crianças. Eu garanto”, diz.
Segundo Francisco Almeida, diretor de programação da RedeTV!, o canal considerou recentemente fazer seu primeiro infantil, mas não levou o projeto em frente.
“Nosso departamento comercial meio que brigou com a gente”, conta ele. “Está difícil vender programa infantil. Você não pode fazer merchand. Fazer um investimento desses e não ter faturamento é complicado.”
No ano passado, o canal tentou negociar com os palhaços Patati e Patatá, mas não conseguiu vender anúncios.
CERCO
Em março de 2014, o cerco à publicidade dirigida a crianças chegou ao auge. Foi considerada abusiva por uma resolução do Conanda (Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente). Produtos infantis podem ser anunciados, mas devem ter como público-alvo os pais.
A restrição, segundo Rita Okamura, assessora de projetos especiais da Cultura —que recebe dinheiro do governo paulista—, tornou os programas menos lucrativos.
“As inserções comerciais são a forma de os canais se manterem. A Cultura também precisa de anúncios. Estamos com dificuldade de recursos, mas temos a missão de atender as crianças.”
“Num esforço muito grande a gente tem conseguido manter”, afirma. “Estamos, inclusive, subindo os índices de audiência.” Os dez programas mais vistos do canal, de 25 de maio a esta semana, são infantis. O campeão é o “Matinê Cultura”, com 1,7 ponto de audiência. Como comparação, a média do “Roda Viva” no período foi de 1. Cada ponto equivale a 67 mil domicílios na Grande São Paulo.
Já Abravanel diz que o SBT não teve redução de anúncios desde a resolução do Conanda. Nos intervalos de seus programas infantis, hoje, vê-se propagandas de outros programas do canal, publicidade para adultos e para crianças, com foco nos pais —como aspirina infantil.
“Nossa programação é tão boa que os outros canais não querem investir para ficar perdendo toda hora. Eles deixam os infantis para a gente”, gaba-se ela.
Fonte: epgrupo.com.br e Folha de S.Paulo 
 



quarta-feira, 10 de junho de 2015

Serviço infantil: quando, como e porquê contratá-lo.

Serviço infantil: quando, como e porquê contratá-lo.



As ofertas são muitas, os preços variados, apresentações diversas, mas na hora de contratar um serviço infantil, o que mais você: pai, mãe ou responsável leva em conta? O preço, o conhecimento, as dicas que os amigos dão?

E os profissionais? O que estes tem de diferencial para acrescentar no serviço?

Escolher um serviço sem conhecê-lo, pode ser uma grande furada, mas também uma surpresa muito agradável. Muitas vezes não temos tempo hábil para organizar um evento, achar uma babá para o sábado, uma creche que lhe dê todas as informações necessárias e cabíveis naquele momento de desespero, então é contar com a sorte.

Claro, imprevistos acontecem, mas se tratando de serviço infantil, queremos o  melhor , sempre o melhor para os pequeninos, a qualidade tem que ser impecável, não eles não vão reclamar, mas os pais sim! Eles são o termômetro de seu negócio. É através da satisfação do pequeno que os pais escolherão o seu serviço ou não.

Animadores infantis, tem sempre que estarem felizes e bem dispostos pra brincarem com o pequeno o tempo todo, uma babá tem que está atenta a todos os passos da criança, uma creche tem que ter um suporte adequado pra
animadores dispostos e felizes
atender aquela criança, o cardápio de uma festa, além de ter os alimentos tradicionais, também terá que se adequar a alimentação especial de crianças alérgicas e veganas. Os brinquedos como: cama-elástica, pula- pula, piscina de bolinhas, tem que está em perfeitas condições.

Não, não é fácil agradar a todos, mas com um pouco de boa vontade e criatividade conseguimos apresentar um belo trabalho diante de nossos clientes mirins e seus pais atentos a tudo. 
Não,não vamos vender um serviço meia-boca. 

É importante estar alerta quanto as críticas e elogios de seu negócio infantil, seja em site, e-mail, página de alguma rede social , é através destes comentários que os pais escolhem um serviço, por indicação, pesquisa. Sim o marketing boca-a boca está muito forte nos dias de hoje com a internet.

              ENTÃO FAÇA O MELHOR, DÊ SEU MELHOR!

Quem trabalha com criança TEM QUE SER AGRADÁVEL!!! TEM QUE GOSTAR DE CRIANÇA! Criança não gosta de cara feia ou triste.  Tem que aprender truques que chamam atenção do pequeno.

Os pais escolhem seu serviço  porque:
·        ouviu falar bem dele
·        porque já lhe deu a chance de conhecer seus serviços e gostou
·        porque um amigo indicou
·        Pesquisou, estudou , conheceu e gostou
·        Passou confiança e segurança

Rara são as vezes que os pais escolhem um serviço infantil ” ás cegas” . Pode acontecer, mas ainda a segurança de ter tudo esclarecido tin tin por tin tin, vale muito!

Portanto, apresente um trabalho EXCELENTE, conquiste o cliente, faça tudo igual, mas seja diferente! Para que seu nome seja lembrado no hall da fama mirim.

Fica a dica...

Por: Hosana Leonor