quarta-feira, 4 de maio de 2016

Braille Bricks- Blocos de montar para criança com deficiência visual.

    Braille Bricks- Blocos de montar para criança com deficiência visual

Diferencial, é o nome deste brinquedo voltado para crianças com deficiência visual. Os Braille Bricks são pequenos blocos de construção,  pensados para crianças invisuais. Seu  objetivo é apoiar na alfabetização e inclusão destas crianças, já que foram criadas 26 peças correspondentes às 26 letras do alfabeto. Assim, é possível juntar os blocos para formar palavras e  se comunicar mais facilmente.
Coloridos e com peças grandes o projeto é da Fundação Dorina Nowill para Cegos está a distribuir as peças em kits de educacionais para crianças no Brasil.
 Arthur Sacek, Lego Design Specialist, explica em vídeo o que a utilização dos Braille Bricks significa em termos práticos que ao utilizar as tradicionais máquinas de escrever que picam o papel quando as crianças estão a aprender braille, os enganos são sinônimo de começar de novo, ao passo que estes blocos dão mais liberdade para cometer erros, uma vez que basta trocar a ordem de uma das peças.
Semelhante com o famoso e tradicional LEGO, as peças são resistentes e
LEGO
furadas para identificar cada letra e palavra formada, construir casas ou bichos através dstas palavras apresentadas.
Atualmente, os Braille Bricks está em fase de testes junto com 300 crianças, mas o  seu objetivo é aumentar  este número.
Para isso, o projeto da fundação brasileira incentiva as populações a convencerem os fabricantes de brinquedos a produzirem estas peças para crianças de todo o Mundo. O movimento pode ser acompanhado pela hashtag #braillebricksforall.
Assim, todos tomarão conhecimento desta grande ferramenta para os pequenos e as empresas investirão neste brinquedo que ensinará a criança de uma forma alegre e divertida.

Veja mais sobre Braille Bricks neste vídeo.


Por: Hosana Leonor

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Bandeirantes apresenta seu mais novo brinquedo.

Bandeirantes apresenta seu mais novo brinquedo.



Completa, perfeita para crianças a partir de 03 anos de idade e muito, muito charmosa e bonita, essa Kombi da década de 60 vai dá o que falar no meio da garotada.

Lançada na feira de brinquedos que aconteceu este mês, esta Kombi tem diversos diferenciais em seu brinquedo:

  • · É movida por bateria recarregável de 6 volts e vem com carregador automático 127/220V.
  • · Apresenta marchas frente e ré, volante com buzina eletrônica e som de motor.
  • · A criança pode abrir as portas e ouvir música, pois o lançamento tem entrada para áudio.
  • ·     Os faróis acendem de verdade ao ligar a Kombi
  • · Com controle remoto, onde o adulto controla os movimentos do mini veículo ou a criança pode fazê-lo, dirigindo e acelerando à vontade
  • ·     Velocidade de até 4 km/h


No estilo retrô este modelo foi baseado em um clássico da Volkswagen nos anos 60, e é de fazer qualquer papai babar.


Perfeita para brincadeiras ao ar livre, estimula a criatividade e a interação.

Seu preço vai variar de acordo com o mercado e poderá ser encontrada em breve nas lojas de brinquedos e sites do mesmo segmento.




Por: Hosana Leonor





quarta-feira, 20 de abril de 2016

Após queixas de pais de meninos, marca de brinquedos cria cozinhas em cor “neutra”

Após queixas de pais de meninos, marca de brinquedos cria cozinhas em cor “neutra”



A empresa brasileira Xalingo tem meninos brincando de cozinha em seus catálogos desde 2004 e, agora, decidiu lançar os brinquedos - que existiam só na cor-de-rosa - em cores ditas “neutras”: vermelha, preta e branca.
De acordo com Tamára Campos, gerente de Marketing da marca, a iniciativa de criar uma linha de cozinha neutra surgiu após vários pais de meninos entrarem em contato com a empresa pedindo que fossem criados mais brinquedos “neutros”.
Na foto de divulgação do brinquedo, lançado em março de 2016, estão um menino e uma menina brincando juntos na cozinha. Neste mês, foram lançados também o refrigerador e o fogão nas mesmas cores.

Representatividade

A queixa dos pais reflete que, se por um lado, há uma tendência à quebra do paradigma de que cuidar da casa e cozinha é “coisa de menina”, o tabu em torno da cor rosa (tida como feminina) ainda é grande – mesmo que os meninos já se vissem representados nas embalagens dos brinquedos desde 2004.

Vermelho, preto, cinza e branco 


Refrigerador é o item mais caro da linha Casinha Flor Top. 

Sobre a escolha das cores, a gerente de Marketing comentou que eles quiseram fugir do verde e laranja, que são muito comuns em brinquedos unissex. “Foram feitos vários testes com diferentes combinações e esta foi a combinação que os meninos e meninas mais gostaram”, disse Tamára revelando que a cozinha foi testada por crianças em escolas antes de ser lançada.

Fonte: http://www.bolsademulher.com