quarta-feira, 19 de novembro de 2014

A influência das mídias sociais nas empresas

          A influência das mídias sociais nas empresas



Com a chegada da tecnologia no mundo, muitas empresas hoje estão 
investindo em mídias sociais, ferramenta esta que cresce a cada dia em todo o mundo, aqui por exemplo temos as mais conhecidas : facebook, twitter, print, linkedin, instagram, flickr...

Alguns anos atrás não existiam funções com: auxiliar de mídia, assistente de mídia, guia de mídia, analista de métricas e etc...

Hoje esse canal apresenta-se como um indicador forte a qual revela se a empresa está ou não caminhando de acordo com o esperado.
Através de comentários em redes sociais, sabemos se: um produto foi entregue na data exata, se chegou quebrado, se está funcionando, se o atendimento na loja foi bom, se o cliente ficou ou não contente com a compra realizada, enfim, são várias maneiras de saber através de um simples comentário o que funciona ou não naquele estabelecimento e se suas respostas são ou não respondidas, tudo isso em tempo real, porque tempo é dinheiro e o consumidor detesta se sentir engando.


É um investimento barato ( você mesmo pode criar sua página e monitorá-la) e de grande validade , porquê dali podemos saber onde melhorar e o que fazer para isto acontecer. O cliente pode está em contato com você lojista ou empresário em qualquer lugar, seja através do smartphone, tablet ( dentro de um ônibus ou enquanto aguarda uma consulta) ou no computador  (no descanso de seu lar, trabalho ou numa lan house), as possibilidades são ilimitadas.

Portanto, com uma simples abertura de página nessas mídias, você poderá saber a satisfação de seu cliente, saber as novidades do mercado, saber o
o que seu cliente realmente deseja, fidelizar este consumidor.. .

O Marketing acontece o tempo todo, seja ele positivo ou negativo, influenciando ou não outras pessoas para a compra e o mundo digital é um desses caminhos que chegou pra ficar e mostrar sua diferença.

Vale a pena ter uma página de sua loja ou sua empresa nessas mídias, pois é é também, através desta ferramenta, que você estará analisando os pontos fortes e fracos do seu local.  


Fica a dica

Por: Hosana Leonor





quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Tema do Enem 2014- PUBLICIDADE INFANTIL em questão no Brasil

Tema do Enem 2014- PUBLICIDADE INFANTIL em questão no Brasil




 E  no último domingo vários estudantes foram pegos de surpresa pelo tema da redação do Enem 2014.

E o que falar sobre a Publicidade Infantil?

Ser contra OU ser a favor?

Uma faca de dois gumes foi jogada na mesa de futuros pais consumidores, a qual muitos deles nem sequer pensaram na questão. É um tema novo e com certeza algumas escolas estaduais ou particulares nem sequer tocaram no
no assunto.  Muito pouco se falou sobre o tema, abordado em: revistas , programa de tv, jornal ou internet.

A polêmica que gira em torno deste assunto está começando a ficar grande com interferência do CONAR e CONANDA em alguns produtos e também com a mobilização de pais na internet preocupados com a alimentação de seus pequenos e exagero da publicidade infantil na tv. Estes que falam sobre: os rótulos, as propagandas que induzem a compra, que a publicidade fala diretamente com a criança, brindes em produtos, enfim apresentam vários argumentos.

Mas em contra partida, muitos pais não pensam dessa forma, pensam que através da publicidade infantil, se tem uma boa infância ( com músicas, novelas...), se tem um colorido ( que é um programa, um desenho ), que o poder de dizer NÃO vem do responsável por este mirim, que produtos de crianças são produzidos pra crianças e merecem personagens na embalagens para sua diferenciação...  

Temos então, opiniões diferentes para o mesmo caso. Uns defendem e outros apedrejam. Ter uma opinião esclarecida sobre o fato é importante. Mas pensaremos também que a Publicidade Infantil está em todo lugar: na festa infantil do seu filho, na roupa que ele usa, no álbum de figurinhas que ele pode estar aprendendo, no sabonete que ele toma banho, no desenho que ele vê, na tecnologia, enfim, em várias situações do dia-a dia. Apresentar isso de uma forma sadia é dever de todos. Da escola, dos pais, da publicidade, da sociedade.

 Em alguns países , a Publicidade Infantil já foi vetada, enquanto em outros a proibição é parcial.



Uma criança bem esclarecida sobre o consumismo, com certeza será uma criança que saberá seus limites. Saberá o que ela pode escolher ou não em um determinado momento.

Muitas escolas trabalham com rótulos na hora da leitura, muitos pais explicam a soma através de brinquedos, muitas crianças aprendem a ler com gibis, ENTÃO É UM TEMA a ser pensado antes de  se radicalizar , tomar atitudes pensando no consumo.

Por: Hosana Leonor