quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Como os brinquedos pedagógicos ajudam no desenvolvimento da criança?

Como os brinquedos pedagógicos ajudam no desenvolvimento da criança?


Mês de fevereiro é mês de volta ás aulas e com isso, nossos pequenos enfrentarão novos desafios. Encaixar, moldar, construir, brincar, amarrar, infinitas possibilidades de desenvolvimento vão estar nas mãos destes pequeninos. Mas como eles farão isso? De que forma e quais serão os agentes interlocutores destes novos desafios?

Neste mês preparei um ESPECIAL sobre: Brinquedos pedagógicos. Sim, aqueles feitos de madeira ou feltro, de materiais diversos que ajudam na
coordenação motora da criança e que é um aliado para seu desenvolvimento.
Como brincar? Como apresentar este novo material? Observar, anotar a dificuldade em um determinado movimento, o simples ato de pinça, amarrar, abotoar. A criança tem que ter a mão estes objetos que ficam nas prateleiras das lojas  ou da estante da sala de aula esperando alguém alcançá-los.
É de suma importância o professor saber os objetivos de cada objeto e a forma de como abordar este pequeno para esta atividade  que merece uma atenção especial dentro da sala de aula ou mesmo diante de uma brincadeira junto com seu responsável.

Vários são os benefícios destes brinquedos, que além de coloridos apresentam formatos, tamanhos, texturas e modos diferentes. Um leque de informações podemos apresentar aos pequenos de maneira criativa e lúdica. É importante ter a mão um caderno para acompanhar o desenvolvimento da criança desde quando ela começou até o tempo estimado para sua realização. Fazer um ANTES e um DEPOIS ajuda a perceber qual era sua dificuldade e como esta foi trabalhada.



Muitas crianças com idades entre 4 a 7 anos não sabem abotoar suas camisas, amarrar seus sapatos, fechar feltro de suas calças, levando seus pais muitas vezes a fazerem por elas o que é uma tarefa delas.
O papel destes brinquedos na vida da criança é fundamental  para desenvolver a coordenação deste mirim, trabalhar movimentos delicados, de percepção, raciocínio entre outras capacidades para que atinjam seus objetivos . É fazer com que ele aprenda de forma dinâmica, criativa e divertida.

Fica a dica!

Hosana Leonor

   

De olho na diversidade, Barbie agora tem novos tipos de corpo, tons de pele e estilos de cabelo

De olho na diversidade, Barbie agora tem novos tipos de corpo, tons de pele e estilos de cabelo



Após 57 anos de bonecas extremamente magras, a Barbie lança uma nova linha, com mais três tipos diferentes de padrões corpo: com curvas (com o quadril largo), mais alta e com estatura mais baixa. Com isso, a marca tenta diminuir as críticas sobre o padrão de beleza das suas bonecas ao longo dos anos.
A boneca mais famosa do mundo, conhecida por sustentar um padrão de beleza que muitos consideram irreal (até a ciência), criou novas opções para representar a diversidade da beleza. A Mattel, responsável pela fabricação da Barbie, anunciou nesta quinta-feira uma mudança histórica: a expansão da sua linha de bonecas fashionistas.
A nova coleção terá três novas versões de corpo, sete diferentes tons de pele, 24 estilos de cabelo e diferentes cores de olhos. A linha completa será lançada ao longo de 2016.
As bonecas estarão disponíveis nas versões Tall, mais alta que a original; Curvy, com mais curvas, mais cheio nas pernas, quadris e cintura; e a Petite, de baixa estatura. Entre os tipos de cabelos, a Barbie poderá ser encontrada em versões com cachos, penteados diferenciados, mais curtos e mais longos e até coloridos.
Além da diversidade de corpos, os rostos também não são mais iguais: há bocas com lábios mais finos ou grossos, bem como narizes maiores e menores. Os acessórios da linha, assim como os looks, são inspirados nas últimas tendências do mercado fashion.
No comunicado divulgado, a fabricante informou que as novas bonecas são um reflexo do compromisso da Barbie em proporcionar mais opções para que as meninas possam se identificar.


“Há 57 anos, a Barbie é um reflexo do tempo. A variedade nos tipos de corpo, tons de pele e estilos permitirá que as meninas encontrem uma boneca que fale diretamente com elas. Nós temos uma responsabilidade com as meninas e com os pais de refletir um amplo olhar sobre a beleza”, afirmou Evelyn Mazzocco, vice-presidente sênior de marcas internacionais da Mattel. A executiva disse ainda que a mudança foi inspirada em uma tendência de comportamento: ”A mãe ‘milennial’ é uma parte pequena dos nossos consumidores, mas reconhecemos que ela é o futuro”, disse Evelyn.
Na reportagem, a Time questiona se o movimento seria arriscado (financeiramente falando) para a Mattel. A marca Barbie rende US$ 1 bilhão em vendas em mais de 150 países todos os anos. Estima-se que 92% das meninas americanas entre 3 e 12 anos tenham pelo menos uma boneca. No entanto, entre 2012 e 2014, as vendas da boneca caíram em 20%.
No Brasil, a previsão é de que a nova linha de bonecas esteja disponível nas lojas Ri Happy a partir de março. As bonecas novas já podem ser encomendadas pela internet por meio da Mattel Shop, que despacha para diversos países, incluindo o Brasil. As Barbies da coleção Fashionista custam 9,99 dólares. Há opções de bonecas com roupas extras para trocar, ao custo de 19.99 dólares.


quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Como montar uma Brinquedoteca?

Como montar uma Brinquedoteca?



“Neste último post da seção sobre: "Como montar um negócio infantil?" 
a Brinquedoteca ganha espaço no blog e faz sua resumida aparição. Montar um negócio infantil requer sempre cordialidade, segurança e planejamento para atender os pequeninos e passar confiança e credibilidade aos pais. Logo abaixo , a cartilha disponível para baixar.” ( Hosana Leonor )
Boa leitura!

 A Brinquedoteca
A primeira Brinquedoteca surgiu em 1934 nos Estados Unidos, mais precisamente na cidade de Los Angeles, e funcionava como um centro de empréstimo de brinquedos.
No ambiente da Brinquedoteca, o brincar supre algumas necessidades da criança, tais como: expressar, participar, transformar, desenvolver, aprender e atuar com subjetividade no cotidiano, na sociedade e na sua cultura.

Mercado

Não existem dados específicos quanto ao quantitativo de Brinquedotecas no Brasil. Segundo pesquisa de campo este é um mercado relativamente novo com grande potencial de crescimento.
Ameaças e oportunidades
As oportunidades de negócios são definidas pelas possibilidades de bons resultados que o empreendedor vislumbra ao implantar um novo
empreendimento. O conhecimento real das possibilidades de sucesso somente será possível através de uma pesquisa de mercado.
As ameaças são representadas por todas as possibilidades de insucesso que o futuro empresário pode identificar para o novo negócio. A realização da pesquisa fornece subsídios para a previsão de dificuldades que poderão aparecer pelo caminho.

Localização


Alguns locais são considerados estratégicos para uma Brinquedoteca: shopping centers, hipermercados, centros comerciais, bairros residenciais etc. Deve-se levar conta a necessidade de uso destes serviço dos clientes potenciais do local.

Exigências Legais e Específicas

 

A consulta tem por objetivo verificar se no local escolhido para a abertura da empresa é permitido o funcionamento da atividade que se deseja empreender. Outro aspecto que precisa ser pesquisado é o endereço. Em algumas cidades, o endereço registrado na prefeitura é diferente do endereço que todos conhecem. 


Estrutura

A área mínima necessária para uma Brinquedoteca é de aproximadamente 50m², sendo necessários para o atendimento, dois brinquedistas e um responsável pela recepção/caixa e pelo estabelecimento em geral, que pode ser o proprietário.

Pessoal


Para atender uma demanda de 25 crianças é possível começar com três profissionais: administrador/coordenador da brinquedoteca, brinquedista, recepcionista/ caixa.

Aqui foram apenas alguns itens destacados da cartilha completa do SEBRAE ( que se encontra no rodapé deste texto).
Ela é explicativa e bem detalhada. Ideal para quem pensa em  seguir  um caminho neste mundo dos pequenos. Pensando sempre na segurança dos pequeninos ao abrir um espaço como este.






Fonte: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ideias/Como-montar-uma-brinquedoteca#naveCapituloTopo