quarta-feira, 18 de abril de 2012

SAUDADES DOS GIBIS


SAUDADES DOS GIBIS


Eles marcaram época, e hoje, estão “esquecidos” .

Antigamente as crianças começavam a ler através do gibis, o que era muito legal , pois além, de ver as figuras, as palavras eram pequenas e as histórias curtinhas.

As bancas viviam lotadas toda semana com gibis do : Tio Patinhas, Urtigão, Pateta, Marvel, Zé Carioca, Chaves,  Mickey e sua Turma, Luluzinha , Bolinha, Recruta Zero, a inesquecível Turma da Mônica, entre outras....

 Tantas  eram as ofertas, que ficava  difícil escolher somente UMA!

Coloridas e divertidas, elas também serviam para ser trocadas entre amigos, as coleções eram GIGANTESCAS!

Tinha até criança que vendia sua coleção!

Sem contar que algumas dessas raridades ainda tinham jogos de: erros, caça palavras e pintura  para fazer , e ás vezes  traziam consigo um “brindezinho” pra  alegrar a galerinha...

Eram tantas historinhas, inocentes, coloridas, engraçadas que quem NÃO gostasse de ler, começava logo a tomar gosto pela leitura.

O preço era singelo, o que facilitava sua compra.
Com qualquer trocado, corria-se até a banca mais próxima e comprava a última edição.

Os comerciais também ajudavam  a lembrar.

Enfim, o que resta hoje, é somente uma saudade, daquelas páginas coloridas voltadas para o público infantil ,mas que os adultos também curtiam.

Hoje, ainda os encontramos nas bancas, mas NÃO com tantas variedades de personagens, sendo alguns destes, até já crescidos e voltado mais para um público  adulto , sem contar no preço, que com o troco não dá pra comprar uma revista , imagine duas...



Por: Hosana Leonor


quarta-feira, 11 de abril de 2012

BICHINHOS PARMALAT


 BICHINHOS DA PARMALAT



Há alguns anos atrás, eles foram sucesso no comercial que chamou a atenção do Brasil.

Crianças fofinhas vestidas de bichinhos, caíram nas  “graças” do público imitando os bichinhos,  fazendo peraltices  e tomando o leite mais famoso na época.

A palavra que foi mais dita entre todos  foi: "TOMOU?"

E o jingle bem fácil de decorar, não saía de nossas mentes.

Criativa e simples, essa propaganda conquistou vários prêmios.

A campanha fez tanto sucesso, que logo após surgiu a promoção dos bichinhos de pelúcia Parmalat, que rapidamente fez sumir das lojas esses mimos.

A venda deste leite foi recorde.

Essa propaganda adotou muito bem o modelo AIDA , onde  despertou: Atenção, Interesse, Desejo e Ação!

Conquistar o público em imediato não é uma coisa fácil, mas se a propaganda se for bem elaborada e tiver 3 ícones que agradam, com certeza conquistam. Ícones estes que são : bichos, crianças e idosos.

Nesta aqui os nossos personagens especiais foram elas, esses mirins fofinhos: AS CRIANÇAS...

Vamos relebrar?

Por: Hosana Leonor

quarta-feira, 4 de abril de 2012

PÁSCOA


                                                  PÁSCOA


Neste domingo, será celebrada  a  Páscoa, e a famosa troca de ovos ,irá ocorrer entre as famílias...

Para o Marketing é hora de expor seus produtos nos “tetos”  das lojas para adoçar a boca dos pequenos , enchendo seus olhos de encanto e seu coração de magia e colocando água em sua pequena boca...

Chocolates são ofertados desde o final do Carnaval, de todas as maneiras, tamanhos, cores, sabores, com brinde ou sem brinde.

É um festival de cacau derretido por aí..

Mas sabemos que a Páscoa não significa só a comilança de chocolate, e sim tem um significado MAIOR,    que muitas das vezes  fica esquecido na cabeça do adulto.

Pensamos sempre no sabor, na marca, no brinde e quase nunca em seu significado.

Esse significado, não é mostrado em propagandas, nem em jornais, revistas, mas sim entre as famílias...

O significado da troca do Ovo de Páscoa simboliza: VIDA NOVA e o coelho :FERTILIDADE

O desejo que se transmite na Páscoa é:

                              QUE SUA VIDA SEJA FÉRTIL!

Mas com o capitalismo em alta e a moda entre as marcas, esse sentido está ficando raro na hora de presentear alguém...

 Eu desejo á todos uma excelente Páscoa com muito amor no coração , saúde E MUITA VIDA!!


Por: Hosana Leonor